You are currently browsing the monthly archive for janeiro 2008.

Tempos atrás li que, para um blog, é muito mais fácil perder seus leitores do que conquistá-los (e penso que isso se aplica não só à internet, mas à vida real também). E como não quero perder meus poucos leitores, cá estou novamente!

Porém, como a inspiração não veio hoje, vou deixar somente duas sugestões e dois avisos.

Primeiro, uma sugestão de leitura! Gilbert Keith Chesterton! Não um livro em específico, mas sua pessoa e sua obra. Um escritor inglês do século XX muito produtivo, que foi desde a poesia até os tratados, passando por ensaios políticos e econômicos. Acabei de ler um de seus livros, “Santo Tomás de Aquino”, que, mais do que tratar da vida desse homem, faz uma grande pintura da vida de todo o gênero humano, usando-se de passagens da vida desse grande (em todos os sentidos) filósofo. Vale a pena a leitura!

Aí vai o link para um site interessante, com muito de sua obra, em inglês: The American Chesterton Society.

Outra sugestão, um pouco mais prática, é a de dar mais o braço a torcer! Andei pensando, e comentei com alguns, que, às vezes, acabamos por querer ver nossas vontades sempre satisfeitas. E vamos nos distanciando cada vez mais dos que nos cercam. Vou tentar ser um pouco mais concreto: da próxima vez que me chamarem pra comer pizza, aceitarei um pedaço da portuguesa, combinado? Hahaha

E, chegando na parte dos avisos, ficarei bom tempo sem postar algo nesse blog; estarei viajando e mui provavelmente sem acesso à internê! Vou pro Sergipe, e volto dia 3 de fevereiro só! Mas prometo contar muita coisa da viagem quando eu voltar.

O outro aviso, para um carinha (melhoras para o joelho!) que me perguntou quem tinha ganho a rifa. Descobri o nome do ganhador. Saca só: resultado da rifa!

Bom, fico por aqui! Até o carnaval!

****

PS: uma frase muito boa que li num sachet de açúcar: “Invente menos problemas”. Sábias palavras para um saquinho!

Só percebi agora, quase dois dias depois de criar este blog, como isso me consumirá tempo! Não que isso me falte, de modo algum… mas apesar de não faltar, devo me organizar de tal forma para que não perca tanto tempo, até porque, incrível!, quanto mais tempo tiver livre, mais tempo consigo perder…

Não falo que o blog em si seja uma perda de tempo, e nem que o tenha criado
somente para arrumar algo pra fazer, mas sim que, de certa forma, tenho perdido bastante tempo em detalhes (preciosismos!) para ele, e deixado de lado muitas outras coisas que deveria ter feito.

Uma delas é ler mais! Fiquei o ano inteiro passado comprando livros – e recebendo alguns de presente-, e me prometi lê-los (não todos, mas uma boa parte) agora, nas férias. Consegui a incrível façanha de não ler, ainda, nenhum até o final! E isso com quase um mês de férias!

Outra, ainda mais importante, é terminar de planejar uma certa viagem, que há muito estamos projetando, e que pouco venho me empenhando.

Mas o que importa agora, não são esses dois casos concretos em si, mas sim o que posso fazer, e até o que devo fazer, mas não faço, porque prefiro ficar bundado na frente da TV vendo umas séries toscas (ao invés de, pelo menos, assistir a séries boas!) ou grudado no PC, esperando o WordPress criar um novo gadget, para poder colocar no blog…

Organizar o tempo! Organizar meu tempo. (Soou bastante egoísta isso, mas não era pra soar.) E assim render mais. Parece tão difícil assim?

Às vezes perde-se muito tempo com ninharias, com frescuras, com mediocridades, e se esquece – negligenciar seria a melhor palavra – certos deveres: agradáveis ou desagradáveis de se cumprir. Deveres para com a família, os amigos e, lato sensu, para consigo mesmo. E, em diversos momentos, me encaixo muito bem nessa negligenciação. (E pouco me importo se essa palavra não existir.)

Acho que o ponto chave nisso tudo aqui é tentar ser útil!

Eia, está na hora!

É a primeria vez que escrevo num blog; aliás, é a primeira vez que escrevo algo na internet que não seja MSN ou orkut (nada contra ambos, gosto bastante dos dois! E espero gostar disso aqui também).

Bom, nesse primeiro post, gostaria de apresentar as linhas gerais desse sítio. Pra começar, o título… que nada tem a ver com obra de Nelson Rodrigues (que aliás, nunca li), mas sim com o propósito mais genérico desse blog, de divagar um pouco (ou bastante, dependendo da inspiração!) sobre a vida, e mais propriamente, sobre pontos concretos dela, indo de um comercial que chamou a atenção ou um livro lido, até, porque não?, eleições dos EUA ou o próximo mundial do Corinthians! Enfim, tudo que amigos podem e devem falar! Claro, pois faço esse blog com o intuito de falar aos amigos (e também de ouvir deles, e pra isso serve a caixa de comentários em cada post, que lerei com muito gosto!). Não só aos amigos que já tenho, mas aos que posso vir a ter.

Reclamações, assim como sugestões e críticas, serão sempre bem-vindas: os erros aqui serão inevitáveis. Os de gramática por ignorância ou desleixo, os de pensamento, por estreiteza de espírito; prometo me esforçar para combater ambos!

Uma coisa que não posso prometer, infelizmente, é regularidade, principalmente em período letivo. Não como promessa, mas como um simples propósito, tentarei manter um post por semana. Agora nas férias consigo algo mais que isso! Depois, só Deus sabe!

E falando nEle, acho bom informar que sou católico, e como tal, o é minha visão de mundo. Mas não farei deste um blog religioso ou coisa assim! Não é minha intenção fazer nada desse tipo. Ocasionalmente pode surgir um ou outro post referente à Cristandade, mas não será regra neste blog!

Bom, de resto, espero me divertir com esta página, e assim também espero para quem a ler: amigos não são, ou tentam não ser, maçantes aos outros.

(Não sei se já repararam, mas aprecio bastante o uso dos parêntesis, da vírgula e de tudo mais que possa vir a ser um aposto.. Não sei se isso é legal, mas me parece ser.)

Bom, me estendi demais, mas não se animem: geralmente falo pouco. Quem sabe este blog não me faça melhorar nesse ponto? Enfim…

Voltando ao início, só pra constar, estou gostando disso!